Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2015

Festa de Natal na EB1/JI do Parrinho

É na época natalícia que os sentimentos estão mais presentes e que os corações se deixam contagiar pelas emoções. Assim, e sabendo que o melhor dos presentes debaixo do pinheiro de Natal é a presença de uma família feliz, a Escola do Parrinho realizou a sua festa de Natal, no passado dia 11 de dezembro.

Durante mais de duas horas, os alunos cantaram e encantaram pais, amigos e familiares, com canções, coreografias e declamações. Perto do final, também os professores e os funcionários presentearam as crianças com uma atuação. No fim do espetáculo, com muito entusiasmo, todos chamaram pelo Pai Natal, que distribuiu prendas e doces a todas as crianças da escola.

Foi uma noite muito agradável onde o trabalho e a colaboração entre educadores, assistentes operacionais, docentes das A.E.C. e a Associação de Pais proporcionoumuitos e agradáveis momentos de alegria.

Festa de Natal da EB1/JI de Carquejido

No dia 11 de dezembro, pelas 19h, a Torre da Oliva foi palco de uma maravilhosa Festa de Natal que juntou alunos, professores, assistentes operacionais, pais e famílias da EB1 /JI de Carquejido. Todos se juntaram à magia do movimento, cor e alegria deste momento de celebração e união da comunidade educativa.






      Ao longo das atuações, as diferentes turmas da escola do pré-escolar ao 4º ano decoraram uma árvore de Natal, cantaram canções alusivas aos enfeites que iam colocando e transmitiram mensagens de boas festas. No final, todos os alunos acompanhados pelos presentes, cantaram um medley de músicas natalícias. Estas apresentações decorreram num ambiente de entusiasmo e alegria, fonte de constantes sorrisos e palmas. Foi com entusiamo que todos gritaram pelo Pai Natal, que distribuiu prendinhas doces a todos os meninos.       Com a satisfação de proporcionar às crianças e famílias momentos de alegria, que decorrem de um trabalho conjunto e regular dos vários intervenientes n…

Cores Incertas

É um daqueles dias em que o céu não consegue decidir de que cor ficar. Muda entre o azul, branco e cinzento e torna-se numa amálgama de cores. Talvez esteja confuso e indeciso ou perdido como todos parecemos estar. Seremos nós o seu reflexo ou será ele o nosso?
            Se nos expressássemos com cores, muito provavelmente, também teríamos destes dias em que nenhuma nos define e nos serve. Em vez disso expressamo-nos com emoções e ideias, talvez ainda mais diminutas e inúteis que as cores. Quem criou as cores e, simultaneamente, as emoções? Existirão elas em todo o lado ou só dentro das nossas cabeças? Serão as emoções algo concreto ou serão só abstrato? Serão elas somente um pensamento e/ou movimento ativado dentro de nós ou será que as sentimos e vivemos de verdade? Acham que as emoções se comparam ou igualam a sentimentos ou serão coisas totalmente distintas? Fiz esta pergunta ao meu pai e ele afirmou-me que são a mesma coisa. Procurei no dicionário ambas as palavras e …

EB1 Fontainhas e EB 1 Casaldelo visitam o Museu do Papel Moeda

                     “No Poupar Está o Ganho!” é o  Projeto de Educação Financeira em que estamos envolvidos para podermos compreender a importância do dinheiro na nossa vida.
No dia 18 de novembro, fomos visitar o Museu do Papel Moeda, da Fundação Cupertino Miranda, na Avenida da Boavista, no Porto. Aqui, no Museu, a brincar a brincar aprendemos como devemos poupar. Vivemos algumas experiências para escolher a melhor forma de gerir o dinheiro. Respondemos a algumas questões e por cada resposta certa recebemos uma carteira com três notas: cinco euros, dez euros e vinte euros. Descobrimos o código de um cofre que nos abriu a porta para partirmos nesta aventura. Com o filme “ A história do dinheiro” aprendemos que o papel-moeda apareceu em Portugal, no reinado de D. Maria I e que o primeiro papel-moeda, notas do primeiro banco português (Banco do Brasil), tinha o nome de apólices do Real Erário. Nesta época o dinheiro contava-se em “Réis”. De seguida fizemos outras atividades: estudamos o…