Avançar para o conteúdo principal

Cores Incertas

           É um daqueles dias em que o céu não consegue decidir de que cor ficar. Muda entre o azul, branco e cinzento e torna-se numa amálgama de cores. Talvez esteja confuso e indeciso ou perdido como todos parecemos estar. Seremos nós o seu reflexo ou será ele o nosso?

            Se nos expressássemos com cores, muito provavelmente, também teríamos destes dias em que nenhuma nos define e nos serve. Em vez disso expressamo-nos com emoções e ideias, talvez ainda mais diminutas e inúteis que as cores. Quem criou as cores e, simultaneamente, as emoções? Existirão elas em todo o lado ou só dentro das nossas cabeças? Serão as emoções algo concreto ou serão só abstrato? Serão elas somente um pensamento e/ou movimento ativado dentro de nós ou será que as sentimos e vivemos de verdade? Acham que as emoções se comparam ou igualam a sentimentos ou serão coisas totalmente distintas? Fiz esta pergunta ao meu pai e ele afirmou-me que são a mesma coisa. Procurei no dicionário ambas as palavras e tendo encontrado significados diferentes, poderei eu logo concluir que são, certa e totalmente, distintas? Talvez varie de pessoa para pessoa e dependa da forma de pensar e expressar que cada um tem. Na minha opinião são coisas da mesma família, parecidas e semelhantes, não iguais. Vejo uma emoção como uma coisa exterior e um sentimento como algo de dentro. Apesar de dizermos que nos sentimos felizes ou tristes, eu acho que a felicidade e a tristeza são emoções, assim como o orgulho e a paixão. Já como sentimentos temos o amor e o ódio, a raiva, a fúria, a paz, a liberdade, o medo, etc. Vejo uma emoção como um braço ou uma perna do sentimento; é a sua extensão e o seu prolongamento. Se o sentimento for a raiz, a emoção será a árvore ou a planta ou a flor ou o fruto. A emoção é a ponte entre o irreal e o real, entre o sonho e o acontecimento; entre o interior e o exterior. Ao emocionarmo-nos expressamos o que sentimos. A emoção despe-nos e mostra-nos a toda a gente que nos queira ver. Expõe-nos e liga-nos aos outros, ao mundo, ao real, ao exterior. Talvez isto seja pertencer e encaixar.
                                                                                 
                                                                             Texto integral na página - Alunos

                                                                                            Inês Anacleto, 11º A

Mensagens populares deste blogue

Alunos do 3º ciclo assistem ao espetáculo "Eça Agora!"

O espetáculo "Eça Agora!" decorreu nos Paços da Cultura no âmbito das comemorações do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e foi promovido pela Câmara Municipal de São João da Madeira.

            Participaram neste momento de "contação de histórias" todas as turmas do 3ºciclo, do nosso Agrupamento, as quais "viajaram" à época de Eça de Queirós e ficaram a conhecer dois dos contos do grande escritor português.       Num cenário minimalista e munidos de malas pop-ups que ilustraram partes das histórias "A Aia" e "O Tesouro", três contadores deram a conhecer a vida de Eça, fizeram rir e refletir.


3º ano da EB1/JI de Carquejido - 1º lugar no projeto "No poupar está o ganho"

A turma do 3º ano da EB1/JI de Carquejido,ao longo deste ano letivo 2015/2016 e a convite da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, desenvolveu o projeto “No poupar está o ganho”. Desde logo a turma abraçou o Projeto e foram diversas e variadas as atividades desenvolvidas em sala de aula, entre outras, envolvendo também a comunidade escolar e até a comunidade local. Estas atividades, sempre bem cultivadas e granjeadas, despertaram a curiosidade dos alunos e aguçaram o seu engenho, dotando desta forma os alunos de novos saberes, teóricos e práticos. O culminar do projeto foi a participação no concurso final. Através de um filme que reuniu fotos, vídeos, trabalhos realizados e uma música original com os alunos do 3ºano como intérpretes, a turma venceu o 1º lugar a nível concelhio! Tal facto valeu-lhe o convite para a apresentação do trabalho final numa Sessão Pública, no próximo dia 8 de junho, na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, com a presença de Sua Excelência o Senhor Pre…

Cerimónia de Entrega de Diplomas