Avançar para o conteúdo principal

EB1/JI do Parrinho leva alegria e boa disposição às Marchas Populares

Contando com mais de 100 figurantes, a EB1/JI do Parrinho participou nas Marchas Populares da nossa cidade. Depois de meses de trabalho, provas e ensaios, foi chegada a hora de sair à rua e partilhar a alegria e a boa disposição com o público que vibra, principalmente com a presença dos representantes mais pequenos – as crianças.

Nesta edição, a EB1/JI do Parrinho quis homenagear as gentes vareiras – pescadores e peixeiras.

Pesquei um girassol
E dancei pelo caminho
São João deu-me um anzol
Para te puxar ao Parrinho

No Parrinho fiz um desenho
Pintei-o com muita cor
Juntei o nosso empenho
Brotou a nossa flor

Formado inicialmente na Praça Luís Ribeiro, o cortejo da EB1/JI do Parrinho desfilou pela Rua Visconde, Rua João de Deus e Avenida da Liberdade e culminou no “Marchódromo”, desta vez instalado frente à Câmara Municipal, entidade organizadora do evento. Foi mais um momento fantástico, onde a confraternização e o convívio se valorizaram.

De destacar o empenho, dedicação e rigor de todos – professores, assistentes operacionais e pais – em fazer sempre mais e melhor pelas nossas crianças e para que esta iniciativa decorresse como previsto.

Um agradecimento especial aos professores de Educação Física pelo acompanhamento, elaboração e ensaios da coreografia.



Mensagens populares deste blogue

Cerimónia de Entrega de Diplomas

Corta Mato Escolar no Agrupamento

Alunos do 3º ciclo assistem ao espetáculo "Eça Agora!"

O espetáculo "Eça Agora!" decorreu nos Paços da Cultura no âmbito das comemorações do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e foi promovido pela Câmara Municipal de São João da Madeira.

            Participaram neste momento de "contação de histórias" todas as turmas do 3ºciclo, do nosso Agrupamento, as quais "viajaram" à época de Eça de Queirós e ficaram a conhecer dois dos contos do grande escritor português.       Num cenário minimalista e munidos de malas pop-ups que ilustraram partes das histórias "A Aia" e "O Tesouro", três contadores deram a conhecer a vida de Eça, fizeram rir e refletir.